Pedido de Casamento

Cinco semanas após Pp dar-me o famoso pé-na-bunda eu posso dizer que estou recuperada. O remédio a base de caldo-de-peixe tem sido muito bom, ele é agora o meu novo foco. Pp hoje é uma pessoa com quem converso normalmente no msn e embora tenha fico tentada, logo no início que voltei a falar com ele, a encontrá-lo novamente, não fui por achar isso um tanto quanto estranho. Acabou? Então acabou e para mim é assim que funciona.

Mas, oras oras, ontem fui terrivelmente surpreendida pela investida que o Pp fez. Sem mais delongas, sem lero-lero, via msn, fez-me a proposta de ir morar com ele, como um casal, prometendo inclusive sustentar-me, apesar que, por ele ter renda inferior ao de meu marido, meu padrão de vida cairia um pouco. E ele falou sério. Na hora fiquei tão chocada que colei a conversa para um amigo ler, e ele confirmou, “sim, ele realmente está falando sério”, disse-me o amigo. A webcam estava ligada, ele estava sério. Enfim. Eu nem sei o que dizer disso tudo, senti-me a cereja do martini, mas o que passou, passou. Não sou do tipo de pessoa que termina e volta, até porque neste momento eu tenho outra pessoa em foco. E mesmo que não tivesse, ninguém vai morar junto assim, do nada, sem mais nem menos, sem conhecer melhor a outra pessoa. Quanto mais eu, extremamente emotiva, louca, alucinada, daquelas que apaixonam quatro pneus e estepe; porém lúcida, organizada, racional e com um senso prático formidável. E ir “morar junto, casar, amaziar, juntar os trapos, as escovas, os panos-de-bunda” sem nenhum planejamento, com certeza não é coisa que resultará em algo positivo. Não há empolgação que resista aos fatos do dia-a-dia e nesse passo as coisas logo começam a dar zebra.

Rá-rá-rá. Será que ele estava com febre?

PS: Não abro mão de num próximo pedido de casamento, que o cara ajoelhe-se diante de mim, apresente-me um baita anel de diamantes e então faça uma declaração apaixonada, dizendo-me o quanto sou especial, maravilhosa e blá-blá-blá eu te amo. Hahahahahahaha. Obviamente que isso deverá acontecer numa noite estreladíssima, eu estarei divinamente vestida e maquiada e ele elegantíssimo em um terno Ermenegildo Zegna ou similar.

Eu, Cinderela??

Eu, Cinderela??

Anúncios

1 Comentário

  1. É gata … é como dizem por ai:
    Quem pode! Pode!

    E você ta podendo hein? 😛
    Bjus


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s